De Cabeço de Vide para o Mundo, Água Mole

De Cabeço de Vide para o Mundo, Água Mole

Conheci a Ana Paula da Água Mole em Abril deste ano depois de termos visto algures a imagem dos seus champôs sólidos. A ideia de poder vender na nossa loja um champô sólido produzido localmente foi desde logo muito apelativa, uma vez que encaixava de forma muito precisa com aqueles que foram desde o início os valores fundamentais da Terra Batida. Neste encontro que tivemos, a Ana Paula trazia uma caixa com um aroma irresistível, cheia dos seus produtos. Falamos sobre o início da Água Mole, sobre a Terra Batida e o propósito que tínhamos e soube logo ali que era uma marca que eu queria muito ter na loja e ajudar a divulgar. Os aromas eram simplesmente deliciosos e a Ana Paula uma pessoa muito exigente com a qualidade dos seus produtos, cheia de conhecimentos, experiência e curiosidade, ingredientes essenciais para desenvolver produtos de cosmética da forma eficaz e bonita como o faz e, desde sempre, muito empenhada em reduzir ao máximo o consumo de uma forma geral e o desperdício em particular.

 

Água Mole em pedra dura

“O país é cada um de nós”. Assim disse Ana Paula a si mesma quando, há cerca de 5 anos, em plena crise económica, decidiu aventurar-se pela cosmética artesanal e começar a fazer os seus produtos de cuidado pessoal. Num momento em que se tornou necessário encontrar formas alternativas de rendimento, perguntou a si própria o que é que gostaria que houvesse e que não havia, que necessidades é que identificava à sua volta. Muitos anos de experiência de trabalho em farmácia e uma pele que a obrigava a elevados gastos com produtos de cosmética mostraram-lhe o caminho. A partir daí, conta-se uma história de muita resiliência, espera, insistência e aromas irresistíveis. 

 

Champôs sólidos e que mais?

A Água Mole, que começou com cremes e champôs sólidos para utilizar em família, tem hoje uma colecção de aromas e formatos para muitos gostos. Champôs sólidos, barras de duche, desodorizantes sólidos, sabonetes de azeite, cremes hidratantes, velas perfumadas e ambientadores de varetas, todos estes podem já ser encontrados na loja online da Terra Batida. E ainda mais coisas, que queremos ter muito em breve, como os perfumes sólidos e as barras para corpo e cabelo, ideais para levar em viagem.

A família e os amigos experimentam sempre primeiro e são também os primeiros críticos dos aromas escolhidos e da eficácia dos produtos. Mas antes de chegar às lojas, estes passam ainda por um processo de testes e análises em laboratório especializado até serem finalmente certificados como dermatologicamente seguros. Só depois são colocados no mercado, com conhecimento dos organismos competentes da União Europeia e do Instituto da Farmácia e do Medicamento.

 

A assinatura Água Mole

Como tudo o que é bem feito, há coisas na vida em que parece que tudo faz sentido ou até que todos os caminhos se encaminhavam de forma invisível para este momento perfeito. No caso da Água Mole, este momento de agora acontece depois de um verão na farmácia que por acaso se transformou em carreira, em gostos e necessidades pessoais que se transformaram em cosmética feita em casa e numa palavra, Veritas, que há muito se tornou parte da identidade da família. Assim mesmo nasceu o Veritas, um aroma que foi criado nas primeiras experiências e que as pessoas próximas identificavam como o cheiro da casa, o cheiro da família. E, percebendo que conseguia recriar uma identidade através de uma essência, a Água Mole começou a trilhar o caminho da personalização e cria hoje produtos que reflectem a identidade de pessoas, espaços, empresas, famílias.

 

Valores comuns

Que o desperdício zero é difícil de alcançar sabe a Ana Paula muito bem. Mas sabe também que aqui, como em tudo, cada um de nós pode fazer o seu papel e espalhar a palavra à sua maneira. No seu contacto com fornecedores e clientes da indústria hoteleira procura reduzir ao mínimo a quantidade de embalagem utilizada e, com estes últimos, utiliza um sistema de tara em que as embalagens são devolvidas para novo enchimento. Com os fornecedores, esse controlo é mais difícil uma vez que nem sempre há disponibilidade para se adaptarem a mudanças que conduziriam a um menor desperdício. Ainda assim, a Água Mole abastece-se sempre de produtos que escolhe de forma muito cuidada e criteriosa e, sempre que possível, adquiridos localmente, como é o caso do azeite, que provém de uma cooperativa de pequenos produtores de azeitona da zona de Cabeço de Vide.

Com esta filosofia em mente, as embalagens dos produtos são escolhidas de forma a reduzir a quantidade de recursos utilizados e de lixo gerado. Os champôs sólidos, barras de duche e desodorizantes são embalados em papel vegetal; os cremes hidratantes vêm em frasco de vidro, assim como os ambientados de varetas e as águas de colónia; as velas perfumadas e os perfumes sólidos chegam-nos em embalagens de alumínio. Assim se elimina uma grande quantidade de embalagens de plástico usualmente presentes na indústria cosmética: o papel pode ser reciclado e o alumínio reutilizado ou reciclado. 

Para além da questão das embalagens, a oficina da Água Mole aproveita tudo aquilo que vem de fornecedores e que é possível reutilizar no momento de enviar os produtos para os clientes: papel, cartão, caixas e acondicionamento. Nós gostamos, porque também fazemos o mesmo. (E assim ficamos a pensar quantas vidas tem uma caixa e como era giro cada pessoa que a utiliza assiná-la e passar ao próximo :)

 

"O caminho faz-se caminhando"*

Em Cabeço de Vide também é assim. Com o tempo, as experiências, as necessidades que vão surgindo a Água Mole também se vai reinventando. Há novas ideias, produtos na calha, novos rótulos em cima da secretária e novos cortes de papel para reformular as embalagens, de forma a tornar os processos mais eficazes. Aprende-se fazendo. E aprende-se também ouvindo muito as pessoas que vão à oficina e procuram ajuda. A procura de novas fórmulas que dêem resposta a situações concretas, como peles muito sensíveis, secas ou atópicas, é um dos motivos da Água Mole hoje em dia. E nós, que acreditamos muito nesta marca, desejamos muito sucesso à Água Mole e continuação do bom caminho de criação que têm vindo a trilhar. 

 

“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.”

Chico Xavier (citado por Água Mole)

 

*António Machado ("caminante, no hay camino,/se hace camino al andar")



Produtos Relacionados