#28 Pintar com giz

#28 Pintar com giz

Hoje partilho convosco uma das coisas que adoro fazer e que me tem permitido, ao longo dos anos, utilizar peças de mobiliário compradas em segunda mão, recuperadas de caixotes do lixo (sim!…) ou apenas herdadas da família. Dar uma nova vida a estas peças dá-me o duplo prazer de não ter de comprar novo (com os custos monetários e ambientais que isso tem) e, ao mesmo tempo, evitar que aquela peça vá para o lixo. Com o tempo, vão-se acumulando ferramentas, ideias, conhecimento e é daquelas coisas que me dá mesmo muito gozo fazer.

Ideias não faltam, a internet está cheia delas. Qualquer pesquisa com as palavras DIY (do it yourself), renovação, restauro ou qualquer uma parecida dá imensos resultados que depois é apenas preciso adaptar ao gosto de cada um. 

Se para algumas coisas é preciso mais conhecimentos ou ferramentas, para outras nem tanto. O que partilho convosco hoje é uma das descobertas dos últimos anos e tem que a ver com uma série de produtos novos que apareceram e que permitem criar objectos lindíssimos com bastante facilidade. A chalk paint, you tinta de giz, é uma tinta que deixa um acabamento mate, muito semelhante ao aspecto dos quadros de giz da escola. Algumas das tintas de giz que existem hoje em dia no mercado dispensam inclusivamente a preparação prévia das peças, lixar, passar primário, etc. Basta apenas pintar. Depois, o objectivo final dirá se precisa de mais do que uma demão, se se lixa um pouco nas arestas para um acabamento mais rústico e tosco (que eu adoro!). Costuma terminar-se com uma cera ou óleo para móveis, para que a pintura dure mais tempo e a peça possa ser utilizada sem tanto desgaste.

 

Alguns sítios onde gosto de ir buscar inspiração, ideias e aprender a fazer:

Lina Ekstrand

A Lina tem um canal de de Youtube onde partilha dicas, ideias e tutoriais para restauro ou criação de peças novas. Sigo este canal há cinco ou seis anos. É um canal sueco, que na altura fiquei a conhecer porque vivia na Suécia. Apesar de alguns vídeos estarem em sueco, há muitos, sobretudo os tutoriais mais recentes, que estão em inglês.

 

Annie Sloan

Foi das primeiras marcas de Chalk Paint que conheci. Partilho aqui a página, onde podem ver os produtos e também muitas ideias de decoração.

 

Miss Mustard Seed

Aqui, a proposta é uma tinta feita apenas com ingredientes naturais (entre os quais uma proteína do leite, ou seja, não é vegan). Mais uma vez: super fácil de utilizar, acabamento perfeito.

 

Para quem não gosta de fazer estas coisas, também há onde comprar já feito, isto é, móveis e objectos em segunda mão com um toque entre o rústico e o moderno. Uma loja que gosto muito de acompanhar é o Atelier Autêntico. No homify é possível ter acesso a alguns projectos e também ao contacto. Também no homify, há uma secção DIY, cheia de ideias, inspiração e tutoriais.

 

**

Este artigo faz parte do desafio "52 ideias para fazer menos lixo/desperdiçar menos, mudar o mundo", que é isso mesmo, um desafio. E como este desafio há muitos. Não pretendemos estar a inventar nada, mas também não estamos a copiar ninguém. As ideias aqui sugeridas, e a sua apresentação em 52 semanas, pretendem, isso sim, ser apresentadas como algo acessível e passível de ser feito facilmente por todas as pessoas. Isto porque acreditamos que os caminhos longos, como este de ter uma vida mais sustentável, são mais difíceis de iniciar. Mas, como todos os caminhos, fazem-se com um passo de cada vez.