# 15 o meu reino por um café… sem cápsulas

# 15 o meu reino por um café… sem cápsulas

 

O surgimento das máquinas de café espresso em cápsulas trouxe a conveniência de poder fazer café em casa a um preço mais interessante do que o dos cafés. A conveniência, lá está, tão propícia ao aumento da produção de lixo. E, de repente, já não podemos passar sem o café em cápsulas, tão mais barato e tantas vezes até melhor do que aquele que íamos beber ao café da rua. 

O problema com as cápsulas são elas mesmas: são um objecto de utilização única, ou seja, completamente descartável após a utilização. Mas quem procura reduzir o lixo que produz tem necessariamente de repensar a sua forma de tomar café, o que vale é que não faltam alternativas:

  • Café à moda da avó, na cafeteira, no jarro, no filtro de pano ou de papel
  • Café em cápsulas biodegradáveis (a Delta anunciou as suas para fevereiro de 2020) ou cápsulas de inox, conservando a conveniência das cápsulas e também a qualidade do café feito na nossa máquina mas eliminando o acumular de lixo
  • Ir ao café do bairro, da rua, do quiosque ao pé do emprego: retoma-se o contacto com a vizinhança e deixa de se contribuir para a montanha de cápsulas.

Produtos Relacionados