#13 Livra-te de vez da película aderente

#13 Livra-te de vez da película aderente

Num caminho de menos produção de lixo que cada um de nós faz, há mudanças grandes e difíceis que implicam grandes adaptações no nosso dia a dia (como comer menos carne), mudanças fáceis de fazer e que apenas implicam uma mudança de opção (como mudar de uma escova de dentes de plástico para uma escova de dentes de bambu), mudanças que implicam algum investimento no presente ainda que signifiquem poupanças a longo prazo (como mudar toda a frota de caixas plásticas, loiças de campismo e lancheiras de plástico por artigos em vidro e inox). E depois há mudanças tão fáceis de fazer e que reduzem a nossa produção de lixo de uma forma tão marcada que até parecem mentira.

A proposta desta semana para fazer menos lixo ao longo do ano é, então, deixar de utilizar película aderente. Esta “maravilha” da economia doméstica espalhou-se facilmente desde o seu aparecimento dada a conveniência que trouxe ao dia a dia. Como todos os plásticos descartáveis, instalou-se confortavelmente na nossa rotina por ser fácil de utilizar e descartar e por poupar trabalho. O facto de não ser muito cara também veio ajudar à festa. O problema é que, sabemos hoje, não existe “fora”: quando deitamos lixo para o caixote e depois para o contentor, estamos apenas a retirá-lo das nossas casas e a passar a outros a responsabilidade do descarte. A urgência climática dos dias que vivemos diz-nos que devemos tomar para todos esta responsabilidade. E o primeiro passo que cada consumidor consciente pode dar é, precisamente, consumir menos: consumindo menos, produz necessariamente menos lixo. Seguindo esta ética de prioridades, a ter de consumir, será preferível consumir bens duráveis ou biodegradáveis.

 

Então, deixando de comprar película aderente, como guardar os alimentos? 

Porque a imaginação não tem limites, é bom lembrar que há sempre uma solução, mesmo sem gastar dinheiro ou ter de sair de casa para comprar qualquer coisa que falta. Aqui ficam algumas ideias.

substituir a pelicula aderente 

E vocês, como fazem para substituir a película aderente? Há quanto tempo não usam e quantos metros de plástico já pouparam ao mundo? Ou, por outro lado, quem ainda está reticente em deixar de usar, quais são os maiores receios? Deixem os vossos comentários e partilhem com amigos.

***

Este artigo faz parte do desafio "52 ideias para fazer menos lixo/desperdiçar menos, mudar o mundo", que é isso mesmo, um desafio. E como este desafio há muitos. Não pretendemos estar a inventar nada, mas também não estamos a copiar ninguém. As ideias aqui sugeridas, e a sua apresentação em 52 semanas, pretendem, isso sim, ser apresentadas como algo acessível e passível de ser feito facilmente por todas as pessoas. Isto porque acreditamos que os caminhos longos, como este de ter uma vida mais sustentável, são mais difíceis de iniciar. Mas, como todos os caminhos, fazem-se com um passo de cada vez.

 

Créditos da imagem dos wraps: Vegan Food Wraps

Créditos da infografia: Terra Batida